Archive for maio \27\UTC 2011

uma história de amor.

maio 27, 2011

Sinto sua falta desde a hora que acordo até a hora de tentar dormir. Sucessivamente todos os dias-meses-anos. No café, que hoje me desce amargo, lembro do seu com bolachinhas água e sal colocadas com tanto carinho no prato: “Come, princesinha”. No almoço lembrando do quão salgada era sua comida. Nas minhas roupas, aquela quadriculada idêntica a sua, cópia em miniatura; roupas que lembro da sua simplicidade e daquela camisa bege que eu tanto insisti pra você trocar. No andar, daquele tempo onde eu tão miudinha caminhava com você, entrelaçando minha mão a sua. Quando chega a hora de dormir, lembro do último dia da gente deitado na cama junto. E busco entre os lençóis o teu cheiro.

De todos as coisas, cafés e mãos, eu procuro o que é teu.

Essa é uma história de amor,

entre pai e filha.

Sinto um imensa e impreenchível falta de você. Ainda não sei falar disso sem chorar de tanta dor e desespero.